Portal do Agro
Evento vai reunir produtores rurais e entidades do setor do agronegócio | Foto: Aprosoja
Destaque Notícias

Caramuru Alimentos realiza primeiro embarque de farelo de soja no Porto de Santana

Cleber Barbosa, da Redação

 

A empresa Caramuru Alimentos realizou no fim de semana o primeiro embarque de farelo de soja para a Europa. Há duas semanas, ela começou a receber os comboios de barcaças com farelo de soja oriundos do Centro Oeste para ser exportados pelo Porto de Santana, no Amapá. O mega projeto de escoar a produção de grãos do Mato Grosso, Goiás e Tocantins pelo Norte do Brasil passou a ser tratado como uma alternativa para os problemas de congestionamento de portos como os de Paranaguá (PR) e Santos (SP).

Os comboios de barcaças com farelo de soja do Centro-Oeste

Segundo o diretor da empresa, Mamede Alles, a Caramuru fez um investimento de R$ 2,5 milhões no Porto de Santana, para a instalação de novos silos de armazenamento de grãos, bem como toda a logística de transporte e abastecimento de navios, como correias, pórtico de descarga. “Esse farelo é chamado tecnicamente de SPC, que significa proteína se soja concentrada, que já é o terceiro refino da soja e que será usada como ração de peixe, no caso salmão da Noruega”, disse o executivo.

A Caramuru tem uma expectativa de realizar pelo menos 12 embarques de navios com esse produto a partir do Porto de Santana. Estimativas dão conta de que quando a produção de soja no Amapá chegar a 1 milhão de toneladas por ano será viável ter uma esmagadora de grãos no estado e assim fazer esse tipo de operações no próprio estado e assim incrementar a indústria de alimentos, com os subprodutos da soja – como ração animal.

 

Acompanhe vídeo institucional das Docas de Santana sobre o embarque

Sobre a Caramuru

Fundado em 1964 por Múcio de Souza Rezende, na cidade de Maringá, no Paraná, o Grupo Caramuru pertence atualmente à família Borges de Souza. Com espírito empreendedor e foco na qualidade de seus produtos, cresceu, explorou novos nichos, se consolidou no mercado e se tornou o principal grupo brasileiro no processamento de soja, milho, girassol e canola.

Presente hoje nos estados de Goiás, Paraná, Mato Grosso e São Paulo, atua nos segmentos animal, industrial, produtos de consumo, commodities, biodiesel e logística. Por meio de diversas linhas de produtos naturais à base de soja, milho, girassol e canola, o Grupo atende consumidores de diversas regiões do Brasil, além de fornecer matéria prima para fabricantes de massas, biscoitos, snacks, corn flakes e outros segmentos, como cervejarias, mineradoras e a indústria de ração.

A estrutura de embarque da Caramuru Alimentos, em Santana (AP)

O Grupo Caramuru também se destaca pela logística de movimentação de produtos e grãos, com fortes investimentos no Porto de Santos, Tubarão e Santana, em ferrovias e na Hidrovia Tietê-Paraná, favorecendo a utilização de transportes multimodais e a diminuição dos custos operacionais.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Livre de aftosa com vacinação, Amapá pode exportar rebanho, diz diretor da DIAGRO

Redação Portal do Agro

Primeira Feira Itinerante de 2018 do Rurap atrai consumidores da zona sul de Macapá

Redação Portal do Agro

“O Amapá pode ganhar muito fornecendo frutos e alimentos para a Guiana”

Redação Portal do Agro