Portal do Agro
Governo articula os cursos de Engenharia de Pesca, Engenharia de Produção e Engenharia de Alimentos, no Campus Território dos Lagos | Fotos: Márcio Pinheiro/GEA
Destaque Notícias

Faculdade rural do Amapá terá mais três cursos de engenharia da UEAP

Cleber Barbosa, da Redação

A expansão do agronegócio e da agricultura familiar no Amapá sempre sugerem um debate sobre a qualificação da mão de obra local para atender às demandas do setor. Um campus rural da Universidade do Estado do Amapá (UEAP) vem sendo preparado para ser a referência para essa qualificação. O governador Waldez Góes visitou no fim de semana as instalações da unidade, oficialmente chamada de “Campus Território dos Lagos”, ocasião em que anunciou mais três cursos de graduação a serem ofertados nas áreas de engenharia.

A Região dos Lagos compreende uma área vocacionada à agropecuária, entre os municípios de Amapá, Calçoene, Tartarugalzinho e Pracuúba. A visita ocorreu na sexta-feira, dia 9, e foi acompanhada de uma comitiva de gestores e aliados. Durante a visita às obras, o prefeito Carlos Sampaio lembrou do empenho da gestão estadual para a implantação do Campus Território dos Lagos na cidade de Amapá, primeiro polo da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), fora da capital.

O campus funciona, provisoriamente, na Escola Estadual Vidal Negreiros, onde o Governo do Amapá investiu mais de R$ 500 mil na adequação do prédio. “O governo do Estado e a reitoria da universidade já estão trabalhando no projeto do campus definitivo, que deve ser implantado no Parque de Exposições do município. E, de antemão, já anunciam a vinda de mais três cursos para o nosso campus: Engenharia de Pesca, Engenharia de Produção e Engenharia de Alimentos”, anunciou o prefeito.

Qualificação

O Campus Território dos Lagos foi inaugurado em junho de 2018, quando também realizou seu primeiro vestibular um mês antes ofertando 100 vagas, sendo 50 para Engenharia Agronômica e 50 para Licenciatura em Macapá. O vestibular recebeu mais de 1000 inscritos dos municípios de Amapá, Calçoene, Pracuúba, Tartarugalzinho, Porto Grande, Mazagão e da capital Macapá. Desse total, compareceram à prova, aplicada no município de Amapá, pouco mais de 600.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Nova ferramenta permite comparar tanto o desmatamento quanto a recuperação de florestas

Redação Portal do Agro

Compras públicas da agricultura familiar abrem seleção de produtores e cooperativas

Redação Portal do Agro

Simpósio na Embrapa apresenta estudos em nutrição e segurança de alimentos

Redação Portal do Agro