Portal do Agro
Artigos Colunistas Destaque

BONS PROFISSIONAIS NÃO SAEM DE BOAS EMPRESAS, ELES SÃO EXPULSOS!

O desafio com a gestão de pessoas tem exigido um novo conjunto de habilidades por parte dos gestores de equipes. Tenho recebido questionamento de alguns Gerentes e Diretores a respeito dos motivos que levam bons colaboradores a deixarem suas empresas, com boa remuneração, bom pacote de benefícios, mas que ainda assim não são capazes de segurar os melhores talentos. Mas você já se perguntou se esse e um fenômeno exclusivo dessas novas gerações de profissionais ou é o reflexo da old manager school?

É preciso conhecer e entender os novos e múltiplos fatores de atração e retenção de talentos, que há muito tempo deixaram de ser simplesmente o salário e perspectivas de crescimento. As novas gerações têm outros motivadores, outros gatilhos e muitas vezes não dão seta. Ou seja: quando decidem mudar, já é tarde!

Uma pesquisa publicada ainda em 2023 aponta os principais motivos que têm levado profissionais qualificados a trocarem grandes empresas por empresas menores, start ups ou mesmo para seguirem carreira solo. Me chamou a atenção para o momento do profissional, muitas vezes negligenciado pela gestão, e pode ser o gatilho para a mudança.

Eu mesmo já experimentei o peso do momento profissional na nossa tomada de decisões. Certa feita, ainda como profissional de campo, eu já estava acostumado às negativas para diversas empresas, eu estava feliz onde estava. No entanto, após o descontentamento com meu líder mediato, eu acabei aceitando conversar com uma concorrente e aceitando a mudança e um novo desafio. Sorte minha, que alcei voos que aceleraram minha carreira, mas os quais teriam sido postergados ou até mesmo não alçados, não fosse a inabilidade dos gestores em reconhecer o momento no qual eu me encontrava.

Mas deixemos de lado o meu histórico e foquemos na pesquisa à qual me chamou a atenção para motivos que há décadas se repetem e que levam profissionais a deixarem seus empregos. Por qual motivo tantos gestores ainda não se atentaram para isso?

CINCO PRINCIPAIS MOTIVOS QUE LEVAM BONS PROFISSIONAIS DEIXAREM AS EMPRESAS

1ª motivo: falta de reconhecimento e valorização por parte da empresa. Quando o profissional não percebe seu trabalho apreciado pelo seu esforço e/ou resultados, podem ficar desmotivados e abrem portas para convites de organizações que ofereçam um ambiente mais gratificante.

2ª motivo: assédio velado ou sabotagem por parte de superiores imediatos, mediatos e pares. Sabe aquele projeto que o assistente desenvolveu e o gerente resolve apresentar e receber os méritos por ele? Sabe aquele comentário desairoso a respeito de um colaborador? É a isso que estou me referindo, e não se engane, esse é o segundo motivo que mais leva profissionais de talento a deixarem suas organizações.

3ª motivo: ambiente de trabalho tóxico, com conflitos interpessoais, comunicação ineficaz, pressão desajustada e falta de equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

4ª motivo: falta de oportunidade de crescimento e desenvolvimento profissional. Profissionais mais arrojados e até mesmo ambiciosos desejam um crescimento rápido em suas carreiras e/ou em sua capacidade de trabalho. Quando percebem que não tem acesso a isso, ou veem isso em algum outro proponente, resolve buscar ou aceitar novos desafios.

5ª motivo: remuneração inadequada, com salários e/ou benefícios abaixo do mercado, ou aquém dos resultados obtidos pelo profissional em seus projetos. Não basta um bom salário e bons benefícios, o profissional precisa entender valor nisso. Algumas vezes, o horário flexível tem mais valor que um ticket refeição; mas você já parou para analisar isso?

É preciso lembrar que a falta de alinhamento com os valores e a cultura organizacional da empresa também levam bons profissionais a deixarem seus empregos. Mas não me refiro aos valores pendurados em bonito quadro no corredor de entrada; me refiro aos valores vividos e praticados todos os dias por todos os colaboradores da companhia. Quando os valores pessoais de um funcionário não estão alinhados com os valores praticados pela empresa onde trabalha, ele não demorará em buscar algo mais alinhado com suas convicções.

Em resumo, os colaboradores deixam as empresas por uma variedade de motivos, que geralmente estão relacionados à falta de reconhecimento, oportunidades de crescimento, ambiente de trabalho e remuneração inadequados, e falta de alinhamento com os valores da empresa. As empresas que desejam reter seus melhores talentos devem estar atentas a esses fatores, estar atenta aos seus gestores, que por inabilidade acabam anulando, expulsando ou até mesmo quebrando verdadeiros diamantes em fase de lapidação.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Três receitas muito especiais para você comemorar o Dia Mundial do Queijo

Redação Portal do Agro

Produção de soja: área plantada reduz e desemprego aumenta no Amapá

Redação Portal do Agro

Amapá perde 24 mil cabeças por ano em casos de roubo de gado

Redação Portal do Agro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós vamos assumir que você está bem com isso, mas você pode optar por sair se quiser. Aceitar Ler mais

Política de Privacidade & Cookies