Portal do Agro
Artigos Colunistas Destaque Notícias

FDA APROVA NOVO ANTIBIÓTICO PARA O TRATAMENTO DA DOENÇA RESPIRATÓRIA EM BOVINOS E SUÍNOS

O FDA (Food and Drug Administration) aprovou um novo antimicrobiano para uso em bovinos e suínos nos Estados Unidos. A pradofloxacina, uma fluoroquinolona de 3ª geração, chega com indicação para o tratamento de doenças respiratórias nessas espécies.

Nos Estados Unidos, há uma rígida política para garantir o uso correto dos antimicrobianos clinicamente importantes. Essas medidas implementadas pelo FDA determinam que todos os antimicrobianos clinicamente importantes exigem a autorização de um veterinário licenciado para seu uso nas espécies e caterorias para os quais foram liberados. O órgão acredita que dessa forma, confiando na formação e especialização do médico veterinário, estarão garantindo o uso correto dos produtos, reduzindo assim os riscos de induzir à resistência bacteriana aos antibióticos.

A pradofloxacina tem aplicação restrita a determinadas idades e classes de bovinos, para o tratamento de doenças respiratórias (DRB) provocadas ou associadas a Mannheimia haemolytica, Pasteurella multocida, Histophilus somni e Mycoplasma bovis. Com o uso restrito para bovinos destinados ao abate e reprodução com menos de 1 ano,  o produto não tem indicação para bovinos destinados à reprodução com 1 ano ou mais, bezerros de corte com menos de 2 meses, bezerros leiteiros e bezerros de vitela.

Para suínos, o FDA aprovou o novo fármaco para o tratamento da síndrome respiratória suína (SRS) associada à Bordetella bronchiseptica, Glaesserella (Haemophilus) parasuis, Pasteurella multocida, Streptococcus suis e Mycoplasma hyopneumoniae. O medicamento só pode ser prescrito para suínos desmamados destinados ao abate e não tem indicação para suínos destinados à reprodução ou lactentes.

O novo fármaco deve ser administrado por via subcutânea em bovinos, na dose de 10 mg/kg de peso corporal e, para suínos, deve ser aplicado via intramuscular profunda, na dose de 7,5 mg/kg de peso corporal.

A pradofloxacina chegará ao mercado Americano sob a marca Pradalex, propriedade da Elanco US Inc. com sede em Greenfield, Indiana e com uma grande operação também aqui no Brasil. Ainda não temos conhecimento se e quando esse produto poderá ser disponibilizado também para o mercado brasileiro.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Incubadora tecnológica ajuda 246 empresas com inovações no agronegócio

Cleber Barbosa

Operação com milho do Mato Grosso projeta porto de Santana, diz dirigente das Docas

Redação Portal do Agro

Moradores de área protegida capacitados em ecoturismo e na produção de óleos vegetais e açaí

Redação Portal do Agro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós vamos assumir que você está bem com isso, mas você pode optar por sair se quiser. Aceitar Ler mais

Política de Privacidade & Cookies