Portal do Agro
Conselho de Política Fazendária aprovou a renovação do Convênio ICMS 100/97 por mais um ano | Divulgação
Destaque Notícias

Confaz prorroga convênio que reduz carga tributária sobre insumos agropecuários

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), juntamente com as secretarias estaduais de Fazenda, atendeu ao pleito da CNA e das federações de agricultura e pecuária de todo o Brasil e aprovou, a prorrogação, para 30 de abril de 2020, da redução da base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre insumos agropecuários, como sementes, defensivos e fertilizantes, entre outros.

Com a medida, as indústrias de insumos pagam um imposto menor sobre a comercialização interestadual dos insumos, pois o Convênio ICMS 100/97 reduz de 30% a 60% essa base de cálculo. Assim, o produtor rural adquire os insumos com preços menores. O prazo do benefício venceria em 30 de abril deste mês e foi renovado por mais um ano durante reunião do Confaz, em Brasília, que reúne os secretários de Fazenda dos 26 estados e do Distrito Federal. 

O coordenador do Núcleo Econômico da CNA, Renato Conchon, comemorou a decisão e disse que a medida de hoje vai dar um alívio temporário ao setor agropecuário. Ele havia alertado para as consequências negativas caso o convênio não fosse prorrogado, como a alta de até 14% nos custos de produção da atividade agropecuária, aumento da inflação e dos preços da cesta básica, afetando principalmente as famílias mais pobres.

“Os estados concordaram em prorrogar por mais um ano, segundo a recomendação técnica. Eles se sensibilizaram com a demanda do setor produtivo, diante da importância que o agro representa para a economia nacional, respondendo por quase 25% do PIB, 38% dos empregos e metade das exportações”, disse Conchon.

Conchon ressaltou, no entanto, a necessidade de uma ampla reforma tributária até o próximo ano para que o agro tenha mais competitividade e segurança jurídica para continuar contribuindo com o crescimento da economia brasileira. “Caso contrário, vamos trabalhar para uma nova prorrogação”, afirmou Conchon.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Candidato a pesquisador-chefe da Embrapa no Amapá apresenta propostas

Redação Portal do Agro

Jantar com produtores rurais marca lançamento da Potência Agrícola no Amapá

Redação Portal do Agro

“Amapá deve exigir ser ouvido no debate sobre produção de búfalo no Brasil”

Redação Portal do Agro