Portal do Agro
CNA avalia como positivo o Plano Safra do banco e espera agilidade na liberação dos recursos
Destaque Notícias

Banco do Brasil anuncia R$ 103 bilhões em financiamentos para a safra 2018/2019

O Banco do Brasil terá R$ 103 bilhões para a safra 2018/2019, dos R$ 194 bilhões disponibilizados no mês passado pelo governo federal para financiar a produção agropecuária. O anúncio foi feito nesta quarta (4), na sede da instituição, em Brasília, em cerimônia com o presidente Michel Temer, os ministros Eduardo Guardia (Fazenda) e Blairo Maggi (Agricultura), o presidente do banco, Paulo Caffarelli, e lideranças do setor produtivo.

Deste volume, R$ 91,5 bilhões serão destinados aos produtores e cooperativas, dos quais R$ 72,8 bilhões para custeio e comercialização e R$ 18,7 bilhões para investimentos. Os R$ 11,5 bilhões restantes serão para empresas da cadeia do agronegócio. O BB também reduziu as taxas de juros dos programas em 1,5 ponto percentual em média.

O Programa de Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) terá juros de 6%. Para os armazéns com capacidade de até seis mil toneladas, a taxa será de 5,25%. O Programa de Agricultura de Baixa Emissão e Carbono (ABC) também terá juros de 6% ao ano, assim como o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e o Programa de Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro).

Presente à solenidade, o vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Muni Lourenço, considerou positivo o Plano Safra do Banco do Brasil e destacou o aumento do volume de recursos e a redução dos juros de programas como ABC, Pronamp e Inovagro.

“O setor recebe positivamente o anúncio. A expectativa é de que o Banco do Brasil, como o maior agente financeiro de fomento e financiamento da atividade rural, possa dar agilidade no acesso dos produtores a esses financiamentos”.

Para o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, a redução da burocracia na tomada dos financiamentos deve acontecer na prática. “Esperamos que isso tenha realmente efetividade para que o produtor consiga ter acesso rápido aos recursos quando ele precisar”.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Governo do Amapá anuncia reestruturação dos órgãos de licenciamento do Estado

Redação Portal do Agro

Fórum em Brasília confirma Macapá como sede do Norte Export em abril de 2020

Redação Portal do Agro

In memorian: relembramos entrevista de Otavio Ohashi ao Portal do Agro

Cleber Barbosa