Portal do Agro
Palestra marcou abertura da programação técnica da feira agropecuária | Foto: Philippe Gomes
Destaque Notícias

Durante palestra na 22ª Agropesc, pesquisador dá dicas para iniciar na piscicultura

Planejamento é a principal dica para quem deseja iniciar no ramo da piscicultura, segundo o pesquisador César Santos. Ele palestrou na abertura da programação técnica da 28ª Feira Agropecuária de Amapá, que iniciou nesta quarta-feira, 23, e segue até sábado, 26, no Parque de Exposição João Pompilho.

De acordo com o pesquisador, é comum o produtor iniciar a atividade sem planejamento, o que, futuramente, compromete o desempenho e rentabilidade do negócio.

“Não é só colocar o peixe na água e dar ração, é preciso planejamento, levantamento de custos, quais os equipamentos necessários”, cita o palestrante.

Além disso, é essencial escolher alevinos de qualidade, ração adequada e manutenção. Conversar com quem já atua na área também ajuda a identificar e evitar futuros problemas, melhorando a produtividade e aumentando o faturamento.  

As dicas fazem parte da palestra “Desenvolvimento da Aquicultura no Amapá”, uma parceria da Embrapa e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural (SDR), que visa qualificar os aquicultores da região para investirem no ramo.

“Mostramos para os participantes como funciona essa cadeia produtiva, os desafios e a forma que eles podem se inserir no mercado”, falou o engenheiro de pesca da SDR, Anderson Pantoja.

Aluno do curso de engenharia agrônoma, Denilson Vilhena disse que essa é  uma oportunidade para ampliar os conhecimentos.

“Não conhecia as técnicas apresentadas aqui, principalmente, a de reprodução. Depois dessa palestra, vou melhorar meu trabalho”, afirmou o estudante.

A programação continua com oficina de filetagem de pescado, cavalgada e shows de artistas locais.

Circuito TecnoAgro

O Circuito TecnoAgro é um conjunto de feiras de negócios realizadas em todos os espaços disponíveis para a exposição do potencial agropecuário do Amapá. É voltado para pequenos, médios e grandes produtores, além de instituições financeiras e de insumos que atuam no setor agrícola e da pecuária, como forma de incentivar e contribuir para a expansão do setor produtivo por meio de ciência e tecnologia.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Congresso de engenharia florestal debaterá uso múltiplo na Floresta Amazônica

Redação Portal do Agro

Tecnologia e sustentabilidade aumentam produtividade em áreas de Cerrado

Redação Portal do Agro

Projeto capacita produtores para negócios com foco nos EUA e Europa

Cleber Barbosa

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós vamos assumir que você está bem com isso, mas você pode optar por sair se quiser. Aceitar Ler mais

Política de Privacidade & Cookies