Portal do Agro
Entidade promove o desenvolvimento agrícola e o bem-estar rural, a com cooperação técnica internacional de excelência.
Notícias

Debate sobre lacunas tecnológicas nas zonas rurais propõe revolução agrícola digital

Da Redação

Produtores rurais de toda a América Lativa dispõe de uma entidade que congrega toda a classe, o IICA [Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura] que está organizando para esta semana ampliar o debate sobre os impactos da pandemia no setor. A entidade está convidando a todos para essa ampla discussão sobre o tema nesse desafio para a agricultura e a vida rural, nos Fóruns Hemisféricos cuja temática será “Redução da Lacuna Digital nas Zonas Rurais da América Latina e do Caribe: rumo à revolução agrícola digital” , que acontecem a partir da próxima terça-feira, dia 16 de fevereiro, através de eventos à distância.

Descrição

O desenvolvimento da tecnologia e sua crescente massificação vêm configurando um mundo mais interconectado e sociedades mais interdependentes, o que se reflete em mudanças aceleradas nas economias, nas sociedades e na relação com o ambiente, entre outros. As novas tecnologias estão se infiltrando em todas as nossas atividades, tornando os recursos humanos mais eficientes, aumentando a produtividade, melhorando os serviços, a comunicação, a convivência etc.

Um dos grandes desafios que enfrentamos como sociedade é assegurar o acesso e as capacidades de utilização dessas tecnologias a todos os habitantes, do contrário, essas ferramentas podem ampliar em muito as diferenças quanto a condições de desenvolvimento nas sociedades e minar as possibilidades de crescimento dos grupos atrasados e menos favorecidos. Esse desafio é conhecido como o hiato digital, que, de acordo com o Foro Econômico Mundial (2017), é definido como “a desigualdade nas possibilidades existentes de acesso à informação, ao conhecimento e à educação mediante tecnologias da informação e comunicação”. Os países do hemisfério estão conscientes dessa situação e têm adotado medidas para promover o investimento em infraestrutura tecnológica e melhorar as capacidades de acesso e uso da população.

A disseminação da Covid-19 pelo mundo em 2020 gerou um conjunto de crises que apresentam um enorme e inesperado desafio para o qual as nossas sociedades não estavam preparadas. Mas, além disso, a pandemia evidenciou a importância das novas tecnologias, as quais tiveram um papel central para amortecer seus efeitos, ao criar condições para manter setores da economia ativos, com capacidade de operar por meios virtuais. A pandemia nos faz valorizar ainda mais o potencial das novas tecnologias para o desenvolvimento de nossas sociedades e, sem dúvida, multiplicar-se-ão os esforços para ampliar a infraestrutura, criar capacidades e incentivar o uso de tecnologias. Dessa forma, as novas tecnologias, que hoje timidamente estão se somando aos instrumentos para contribuir para o desenvolvimento agrícola e rural, em um futuro próximo, encontrarão melhores condições para se consolidar e multiplicar.

No entanto, o desafio está em que esses instrumentos também assegurem um desenvolvimento equitativo, inclusivo e sustentável nos territórios rurais, de modo que, juntamente com os estímulos para promover a divulgação e a aplicação de tecnologias, será necessário atentar aos grupos sociais que se estão ficando para trás e propor estratégias para fortalecer suas capacidades, aprofundar esforços para lhes assegurar o acesso e a cobertura digital, bem como o projeto de tecnologias adequadas para seus entornos e meios de vida, ou seja, prestar atenção permanente ao hiato digital e promover estratégias para minimizá-lo.

O IICA considera que as tecnologias da informação e da comunicação constituem uma poderosa ferramenta para melhorar as condições de vida nas zonas rurais e, com isso, contribuir para o seu desenvolvimento. Nesse contexto, a redução do hiato digital se converte em uma condição indispensável para o seu aproveitamento, dadas as amplas potencialidades que oferece ao desenvolvimento e à transformação da atividade produtiva nos territórios rurais.

Objetivos

Geral:

  • Fomentar a obtenção do máximo de benefícios do progresso tecnológico digital visando não deixar a ninguém para trás, especialmente nas zonas rurais e no setor agroalimentar.

Específicos: 

  • Compartilhar informações sobre as oportunidades e os desafios da digitalização para contribuir com uma agricultura e uma ruralidade mais inclusivas.
  • Divulgar casos de sucesso e lições aprendidas de projetos e políticas públicas implementadas nos diferentes países da ALC relacionadas à redução do hiato digital em zonas rurais e entre povos indígenas.
  • Compartilhar experiências sobre o aproveitamento de ferramentas TIC em zonas rurais, com ênfase em seu impacto nos habitantes, particularmente nos agricultores familiares, nos povos indígenas e entre jovens e mulheres rurais.
  • Definir elementos para futuros projetos que permitam executar ações conjuntas de conscientização, divulgação, apropriação, capacitação, uso produtivo, empoderamento e de alfabetização digital em geral nas zonas rurais dos países da ALC.

Cronograma

Data – Hora Atividade Expositores
Terça-feira, 16 de fevereiro, 9:30 – 11:30 (Hora da Costa Rica) Hiato digital: Importância, desafios e oportunidades
Abertura Manuel Otero, Diretor Geral, IICA
Moderador: Ronald Guendel, Chefe Global de Segurança Alimentar e Advocacia, Bayer Crop Science
A digitalização na ALC: oportunidades e desafios para o meio rural derivados da pandemia de Covid-19. Pablo Palacios, Oficial de Programas, União Internacional de Telecomunicações
O hiato digital e a situação atual da conectividade em áreas rurais da ALC (estudo do IICA, Microsoft, BID). Federico Villarreal, Diretor de Cooperação Técnica, IICA
Painel: O hiato digital e o desenvolvimento inclusivo dos grupos em condições de atraso do meio rural. – Beatriz Paredes, Senadora do México e Embaixadora da Boa Vontade do IICA para temas de Desenvolvimento Sustentável e Equidade Social
– Samantha Marshall, Ministro da Agricultura, Pesca e Assuntos de Barbuda, Governo de Antígua e Barbuda
– Lilian Chamorro, Colnodo – Uso estratégico da Internet para o desenvolvimento, Colômbia
– Yacine Khelladi, Coordenador Regional da ALC, A4AI
Espaço para comentários
Quinta-feira, 18 de fevereiro, 9:30 – 11:30 a.m. (Hora da Costa Rica) Políticas públicas para superar o hiato digital
Boas-vindas Paola Vega, Ministra de Ciência, Tecnologia e Telecomunicações da Costa Rica
Moderador: Fernando Schwanke, Secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, MAPA Brasil
Estratégias para a digitalização e a redução do hiato digital rural – Octavio Sotomayor, CEPAL (Secretaria da eLAC)
– José Emilio Guerrero, Universidade de Córdoba, Espanha
Painel: Experiências de políticas públicas e lições para a redução do hiato digital na agricultura e na ruralidade – Rocío Wojski, Subdiretora Geral de Inovação e Digitalização, Ministério de Agricultura, Pesca e Alimentação (MAPA) da Espanha
– Camilo Jiménez, Diretor de Infraestrutura, Ministério de Tecnologia, Informação e Comunicação da Colômbia
– Maryleana Méndez, Diretora Executiva, Associação Interamericana de Empresas de Telecomunicações (ASIET)
Espaço para comentários
Terça-feira, 23 de fevereiro, 9:30 – 11:30 a.m. (Hora da Costa Rica) Experiências de agricultura digital
Boas-vindas Lloyd Day, Subdiretor Geral, IICA
Moderador: Enrique Hennings, Especialista técnico principal en mercados y empresas rurales del Fondo Internacional de Desarrollo Agrícola (FIDA)
Tecnologias que estão transformando o mundo rural Federico Meyer, Fundador e CEO, Club Agtech (Argentina)
Painel: Experiências sobre o aproveitamento de ferramentas TIC na agricultura – Germán Otálora, Gerente de Programa da Iniciativa Airband, LATAM, Microsoft
– Keith Agoada, Cofundador e Diretor Executivo, Producers Market
– David Proenza, Gerente Geral, Foodchain SA
– Blas Cristaldo, Gerente Geral, FECOPROD (Paraguai)
– Álvaro Camacho, Coordenador Regional do App Cacao Móvil
– Federico Bert, Diretor de P&D do CREA, Agroconsultas Online
– Jonathan Castro, Coordenador do FabLab, IICA
Espaço para comentários
Quinta-feira, 25 de fevereiro, 9:30 – 11:30 a.m. (Hora da Costa Rica) Elementos para um roteiro conjunto
Boas-vindas Emmanuel Picado, Gerente de Tecnologias da Informação e Comunicação e de Agricultura Digital, IICA
Moderador: Teodoro Willink Castro, Vice-Ministro de Telecomunicações, Costa Rica
Perspectivas e caminho a seguir: – Luca María Pesando, Professor Assistente – Departamento de Sociologia e Centro de Dinâmica da População, McGill University
– Claudia Rossler, Gerente do Programa Agricultura — Parcerias Estratégicas, Princípio, Azure Global Engineering, Microsoft
– Claudia Carbajal Morelos, Diretora Nacional do Brasil e Diretora Regional Interina da América Latina, Precision Agriculture for Development (PAD)
– Pedro Martel, Chefe da Divisão de Meio Ambiente, Desenvolvimento Rural e Administração de Riscos de Desastres, BID (a confirmar)
– Rolando Flores Galarza, Decano, Universidade Estadual do Novo México
Espaço para comentários
Encerramento do foro Manuel Otero, Diretor Geral, IICA

Sobre o IICA

Instituto Interamericano de Ciências Agrícolas (IICA), cuja sede foi estabelecida em Turrialba, Costa Rica.

É o organismo internacional especializado em agricultura do Sistema Interamericano. Sua missão é estimular, promover e apoiar os esforços de seus 34 Estados-membros para alcançar o desenvolvimento agrícola e o bem-estar rural, por meio da cooperação técnica internacional de excelência.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Aplicativo vai indicar amassadeiras de açaí que primam por qualidade e prevenção

Redação Portal do Agro

Faculdade CNA abre curso em gestão do agronegócio à distância

Cleber Barbosa

Amapá debate proposta do MP de criar Câmara de Conciliação para regularização das terras

Redação Portal do Agro