Portal do Agro
Feijão-caupi em Sistema Plantio Direto no Amapá | Foto: Luis Wagner Rodrigues
Notícias

Embrapa atualiza zoneamento agrícola de risco climático em culturas do Amapá

Dulcivânia Freitas

Os agricultores e técnicos do estado do Amapá já podem contar com o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para as culturas do algodão herbáceo, amendoim, arroz irrigado, banana, cacau, caju, citros, feijão-caupi, mamona, mandioca, melancia, milho, soja e sorgo granífero. Esta tecnologia indica aos agricultores os períodos favoráveis para plantio ou semeadura por cultura e por município, levando em consideração as características do clima, o tipo de solo e ciclo das cultivares. O Zarc é útil para o produtor evitar que adversidades climáticas coincidam com as fases mais críticas das culturas e reduzam a produtividade.

“O Zarc é uma política pública do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) executada pela Embrapa. Trata-se de uma ferramenta fundamental para apoiar o produtor rural no planejamento das atividades agrícolas. Também é obrigatório seu uso para o agricultor acessar recursos do Programa de Garantia de Atividade Agropecuária (Proagro), do Proagro Mais destinado à agricultura familiar, e também recursos do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR)”, explicou o chefe-geral da Embrapa Amapá, Nagib Melém.

Agricultura

Melancia produzida em Sistema Agroflorestal no Bailique, em Macapá | Foto: Márcia do Carmo

O Zoneamento Agrícola de Risco Climático passa por revisão anual e os dados são publicados em Portarias no Diário Oficial da União e no site do Ministério da Agricultura, contendo a relação de municípios indicados ao plantio e seus respectivos calendários de plantio ou semeadura. Só neste ano de 2020, foram realizadas 58 Reuniões de Validação on line do Zarc para diversas culturas agrícolas, inclusive para o estado do Amapá. As reuniões da rede Zarc da Embrapa envolveram 32 unidades da empresa na pesquisa e desenvolvimento do Zoneamento, com 2.032 participantes. “Aqui no Amapá também realizamos reuniões de validação com a participação de produtores, de técnicos da superintendência estadual do Ministério da Agricultura, da Federação da Agricultura e Pecuária do Amapá, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, do Rurap, de associação de produtores, e da Conab”, acrescentou Melém.

A tecnologia do Zarc foi lançada em 1996, é coordenada pelo Mapa e utiliza metodologia desenvolvida pela Embrapa e parceiros, sendo financiado a partir de 2020 pelo Banco Central por meio de um aporte no valor de R$ 8,1 milhões.

Aplicativo Plantio Certo

Cultivo de soja no interior do Amapá | Foto: Luis Wagner Rodrigues

O acesso é facilitado pelo aplicativo Zarc Plantio Certo, disponível no Google Play e App store, na seção de aplicativos da Embrapa ( https://www.embrapa.br/aplicativos). Para obter de forma rápida e prática, as informações do Zarc, os produtores e demais agentes do segmento agropecuário podem acessar o aplicativo por meio de tablets e smartphones. O app foi desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) com objetivo de indicar ao produtor as melhores datas de plantio para 43 culturas no Brasil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Resultados animadores em nova etapa de projeto forrageiras para o semiárido

Cleber Barbosa

SENAR abre seleção a 2 mil vagas no curso técnico em agronegócio; 60 são para o Amapá

Redação Portal do Agro

Em grande mobilização, produtores vão à audiência sobre regularização fundiária

Redação Portal do Agro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós vamos assumir que você está bem com isso, mas você pode optar por sair se quiser. Aceitar Ler mais

Política de Privacidade & Cookies