Portal do Agro
Parceria entre Embrapa e PMM quer valorizar empreendedores que adotam processo do 'branqueamento'
Destaque Notícias

Aplicativo vai indicar amassadeiras de açaí que primam por qualidade e prevenção

Ampliar o acesso à informação e o poder de escolha segura na hora de comprar um dos sucos mais consumidos no estado é a proposta da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Prefeitura de Macapá (PMM), que iniciaram na sexta-feira (24), as tratativas para a elaboração de um aplicativo que disponibilize para a população as amassadeiras de açaí que realizam o processo de branqueamento do fruto.

A parceria se dará entre Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, que já realiza a fiscalização e coletas para a análise de qualidade nos pontos de venda, e a Embrapa Amapá, que irá desenvolver o aplicativo que disponibilizará a relação de locais aptos. Hoje, Macapá tem cerca de cinco mil locais que realizam a comercialização de açaí e menos de 1% realiza o processo que descontamina o fruto.

Reunião

Reunião para elaboração do aplicativo sobre amassadeiras que realizam processo de branqueamento do fruto | Foto: Divulgação

De modo efetivo, a Vigilância Sanitária, após fiscalização e resultado dos testes de qualidade, repassará à Embrapa quais amassadeiras cumprem todos os requisitos higiênico sanitários e as etapas de branqueamento para a comercialização do açaí. Somente após essa troca de informações, o estabelecimento será incluído no aplicativo. “O amapaense não pode ficar doente por causa do açaí, e esse é um mecanismo para disponibilizar onde as pessoas podem adquirir um alimento seguro”, destacou o chefe-geral da Embrapa, Nagib Melém.

Barbeiro

Nem todo barbeiro está infectado com a doença de Chagas, só ao picar animais que estejam infectados pelo Trypanosoma.

Durante o processo, ações educativas serão intensificadas para sensibilizar fornecedores e consumidores para a importância de comercializar um produto seguro para o consumo da população. “Paralelo à criação do aplicativo, realizaremos campanhas educativas que estimulem os donos das amassadeiras a realizarem o processo para que se enquadrem nos critérios de comercialização e também inclusão no aplicativo”, diz o subsecretário de Saúde, Eldren Lage.

Participaram da reunião técnicos da Vigilância Sanitária, Embrapa Amapá e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. Nos próximos dias, novas reuniões serão realizadas para a efetivação do projeto.

Branqueamento

O processo de separação do açaí precede técnica do branqueamento e prevenção da doença de chagas | Foto: Uchoa Silva

O tratamento consiste em mergulhar os frutos do açaí em água aquecida a 90 graus por dez segundos. Depois o produto é resfriado por dois minutos em água fria. O choque térmico serve para descontaminar o fruto de micróbios e parasitas, inclusive, o responsável por transmitir doença de chagas, que, entre outros males, afeta o coração.

 

 
 
 
 
 
DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Manejo alimentar de quelônios de água doce é tema de curso na Embrapa Amapá

Redação Portal do Agro

Cerimônia marca reconhecimento oficial do Amapá como livre da aftosa, com vacinação

Redação Portal do Agro

Manejo biológico personalizado do solo aumenta produtividade e qualidade da produção

Cleber Barbosa