Portal do Agro
Castanheira produz a castanha-do-brasil, uma das frutas amazônicas mais apreciadas | Foto: Embrapa
Destaque Notícias

Embrapa-AP apresenta nova tecnologia para expansão de castanhais

Dulcivânia Freitas, jornalista.

No próximo sábado, dia 14 de setembro, uma equipe da Embrapa junto com parceiros, vai realizar o Dia de Campo “Castanha na Roça – renovação e expansão de castanhais no Vale do Jari”, na comunidade do Sororoca, localizada na Reserva Extrativista do Rio Cajari (Resex Cajari), município de Laranjal do Jari. A tecnologia chamada “Castanha na Roça” consiste em um modelo de manejo baseado em práticas que conciliam a agricultura com a produção florestal, neste caso específico com a castanha. O Dia de Campo é financiado pelo Fundo Amazônia, e parcerias da Fundação Jari, Instituto Estadual do Desenvolvimento Rural (Rurap), Sebrae Amapá e Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR). 

A programação do Dia de Campo será composta de estações abordando os seguintes temas: Mapeamento participativo de castanhais e políticas públicas, Manejo da regeneração natural e enriquecimento com castanheiras em áreas de agricultura itinerante, e Crescimento e produção no castanha na roça, possibilidades de cultivos e sistemas agroflorestais com a castanheira. Os facilitadores serão Walter Paixão de Sousa, Aderaldo Batista Gazel Filho, Ana Margarida Castro Euler, Miguel dos Santos Pinheiro, Ediglei Gomes Rodrigues, Mayko Vicente Silva, Marcelino Carneiro Guedes e Arnaldo Barbosa dos Santos. “A Embrapa trabalha com a castanha há muitos anos, é uma espécie muito importante para os agroextrativistas de quase toda a Amazônia Legal. E no Amapá significa meio de vida para mais de mil famílias. Para a existência e manutenção dos castanhais foram criados milhões de hectares em reservas extrativistas, em projetos de assentamentos agroextrativistas e em reservas de desenvolvimento sustentável”, destacou a Engenheira Florestal Pesquisadora Ana Euler.

A Embrapa Amapá realiza pesquisas em castanhais há cerca de 15 anos, incialmente de ecologia e manejo, além de estudos voltados para monitoramento da produção. Este Dia de Campo vai acontecer na comunidade do Sororoca, localizada no início da Resex Cajari, em um ambiente de transição cerrado e floresta. “Estamos mobilizando desde os castanheiros a diversos agentes que atuam na cadeia produtiva da castanha, da Resex Cajari e também em áreas de Monte Dourado, do Cupixi (Pedra Branca do Amapari), da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Rio Uiratapuru, do Projeto do Assentamento Agroextrativista Maracá, e também técnicos extensionistas, de universidades e institutos federais, compradores e processadores de castanha”, acrescentou Ana Euler.

O Engenheiro Florestal Pesquisador Marcelino Guedes ressalta que o “Castanha na Roça” é um tipo de consórcio agroflorestal que faz parte da realidade local, pois a população da Reserva é considerada agroextrativista, ou seja, eles extraem os produtos da floresta, mas também fazem roça para cultivos agrícolas de subsistência para a família e para comercializar o excedente. Guedes explica que a técnica começa com a identificação dos “filhos” das castanheiras nas áreas do roçado. “Esta técnica consegue promover e acelerar a renovação dos castanhais, pois esta árvore depende de muito sol. Outra vantagem é que mantém a produção agrícola e da castanha”.    

Nos estudos da Embrapa ficou comprovado que há mais “filhos” nas áreas de roçados do que dentro da floresta. Em seguida, é preciso adotar medidas para proteger esses “filhos de castanheira” na hora de fazer a prática do roçado. O custo é baixo, a mão de obra é familiar, só requer equipamentos básicos como terçado, facão, enxada, que são de uso tradicional dos agroextrativistas. Marcelino Guedes cita benefícios múltiplos do manejo: “A castanheira é a árvore símbolo da conservação da Amazônia, com isso mostramos que a melhor forma de proteger esta região é a conservação pelo uso sustentável dos seus recursos naturais, uso com manejo adequado. Se você usa e valora, o extrativista será sempre o mais interessado em proteger a floresta”.  

Saiba Mais sobre Castanha na Roça

Dia de Campo na TV:

https://www.youtube.com/watch?v=yRn5GDmyQWA&t=580s

Prosa Rural:

https://www.embrapa.br/prosa-rural/busca-de-noticias/-/noticia/14784124/prosa-rural—castanha-na-roca–expansao-e-renovacao-de-castanhais-nativos 

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Operação da Polícia Federal apura fraudes em regularização fundiária no Incra-AP

Redação Portal do Agro

Amapá debate proposta do MP de criar Câmara de Conciliação para regularização das terras

Redação Portal do Agro

“Ferrovia será recuperada, mas não apenas para escoar minério, grãos também”

Redação Portal do Agro