Portal do Agro
Meteorologistas alertam para chuvas intensas em fevereiro | Foto: CanalRural
Notícias

Meteorologia aponta chuvas acima de 400 milímetros em fevereiro no Amapá

Da Redação

A chuva forte e intensa que caiu no início do mês, na área central da capital amapaense, se aproximou dos 50 milímetros em 1 hora. Segundo o Núcleo de Hidrometeorologia e Energias Renováveis do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (NHMET/Iepa), a chuva coincidiu com a maré alta, o que causou os alagamentos de ruas e avenidas do centro de Macapá. Mas isso também deverá atingir o interior, especvialmente municípios produtores.

De acordo com o meteorologista e gerente da Sala de Situação do Amapá (SSAP/NHMET), Jefferson Vilhena, a chuva daquela segunda-feira é um indicativo do que se pode esperar para o mês de fevereiro em todo o estado.

Os modelos climáticos apontam chuvas fortes e intensas principalmente para a região norte do estado que abrangem os municípios de Oiapoque e Calçoene, que podem ultrapassar os 400 milímetros. “O que temos observado nestes modelos climatológicos é que essas chuvas estão se concentrando nas cabeceiras das bacias, o que pode ocasionar o aumento no nível dos rios e consequentemente alagamentos em alguns municípios do estado”, alerta o meteorologista, apontando os municípios de Serra do Navio, Pedra Branca do Amapari e Ferreira Gomes, como possíveis locais de alagamentos neste mês.

O alerta de chuvas seguidos de alagamentos também serve para a capital e municípios da região metropolitana (Santana e Mazagão), além de Laranjal do Jari e Vitória do Jari. Segundo o meteorologista, são esperadas chuvas fortes e intensas este mês para estas regiões. “As nossas normalidades são chuvas fortes e intensas com um quantitativo muito alto, o que significa dizer que vai chover muito este mês nestes municípios”, destacou.

O meteorologista ressalta que as chuvas devem se estender até março, mês que atinge o pico das chuvas na nossa região. O período chuvoso deve se estender até maio, quando deve começar a diminuir.

Recomendações

As chuvas fortes e intensas previstas pra este mês podem provocar alagamentos em vários municípios do estado | Foto: GEA

Vilhena recomenda às pessoas que fiquem em casa durante as chuvas para evitar problemas com os alagamentos. Outra recomendação é que evitem jogar lixo nas ruas. O lixo jogado é levado pelas águas e acaba provocando o entupimento dos bueiros. Ele ressalta que se a casa do cidadão seja invadida pelas águas, que procure outra casa ou abrigo mais seguro.

Para o mês de janeiro eram esperadas chuvas de aproximadamente 300 milímetros, porém, o acumulado ficou nos 243 milímetros em grande parte do estado. Na região sul choveu acima dos 200 milímetros. Já a região centro-oeste acumulou índices acima dos 300 milímetros.

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO:

Publicações Relacionadas

Estudo do “leite” da castanha-do-brasil é apresentado em Congresso de Ciências

Redação Portal do Agro

Campanha publicitária do Amapá premiada em evento da CNA em Brasília

Redação Portal do Agro

Empresa de insumos Potência Agrícola realiza lançamento de sua filial em Macapá

Redação Portal do Agro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós vamos assumir que você está bem com isso, mas você pode optar por sair se quiser. Aceitar Ler mais

Política de Privacidade & Cookies